quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Cantiga Velhinha que vais andando

Velhinha que vais andando Cantigas ao Desafio
Velhinha que vais andando
E as vezes coxeando
Cheia de dores e agonias
No teu caminho vais recordando
O tempo que ias dançando
Para onde havia cantorias.

Agora nas tuas dores
Talvez por causa do reumatismo
És melhor que muitos cantadores
Fazendo cantigas de repentismo.

E nas cantigas que tu fazes
Só pensas nas dores que trazes
Porque não te deixam dia a dia
Mas velhinha não te arrases
Esforça-te em fazer as pazes
Porque isto a dor alivia.

Há uma dor ainda maior
É a dor emocional
Quando alguém que é cantador
Se lembra de ti para falar mal.

Não deve ser nada bom
Quando a nossa voz perde o som
E não podemos mais responder
Mas no teu gemido há um tom
Que eu percebi que havia um dom
Que era preciso defender.

Por isso venho em tua ajuda
Para te livrar de alguns nos
Quer sejas grande ou miúda
Deixa-me ser a tua voz.

Juntos vamos conseguir
Responder aquele que gosta de rir
A custa das minhas velhinhas
Sei que gostam de se divertir
E as velhinhas dividir
Mas elas são todas minhas.

Por isso sinto-me obrigado
Em vir em socorro delas
E estar sempre a seu lado
Ate mesmo rodeada de velas.

Para terminar a minha mensagem
Para as minhas velhinhas queridas
Desejo-vos boa viagem
Não vaiam nas corridas.

Para terminar a minha mensagem
Para as minhas velhinhas queridas
Desejo-vos boa viagem
Não vaiam nas corridas.

Cantiga em quadra "Velhinha que vais andando" enviada por
António Oliveira a quem muito agradecemos

Sem comentários:

Publicar um comentário